Sobre a Bomba Atômica


Um dia o homem se perdeu em sua própria mente e sem Deus ele vagou pelos caminhos maléficos. Foi seduzido pela insanidade e coagiu profundamente a sua inteligência. Ficou doente, pecou de forma impiedosa contra a vida humana e acabou sentindo medo de si próprio. Com o passar do tempo, o homem de certa forma foi curado, mas suas sequelas permaneceram. Portanto, é preciso sempre recordar seus erros do passado para impedir que se repitam no futuro. É preciso ainda, mais que tudo, lembrar ao homem que Deus existe e o que deve cair do céu são Suas bençãos e nunca mais uma bomba nuclear...


André Victtor


 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar deste Blog !
Seu comentário será exibido em breve !