Versos Náufragos


::: Versos Náufragos ::: by André Victtor



Lindas criaturas sedutoras,
mulheres-peixes,
predadoras,
que habitam o fundo do mar...

Seus cantos entorpecem as mentes,
dos marujos,
solitários e valentes,
que se perdem em seu olhar...

Quase perdi minha vida,
juro. Era um cético,
um suicida.
Mas consegui me amarrar...

Nessas linhas que escrevo,
tão eternas,
quanto um beijo,
que pra sempre irão ficar...

São lendas e poesias,
verdades,
mitologias,
que me fazem acreditar...

Que a vida seria loucura,
se não fosse a literatura,
que move as montanhas
e o mar...

Mas voltando às Sereias,
que me deixaram nas areias,
de um local estranho,
a beira-mar...

Pois meu navio afundou,
uma Sereia me amou
e essa história
eu ainda vou contar...

* * *

Arte: autor desconhecido.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar deste Blog !
Seu comentário será exibido em breve !